sábado, 29 de agosto de 2009

Preparativos - 300

Tratemos de alguns assuntos:
1° - Mudança no horário da largada. Agora largaremos às 23h. Motivos: * entrega dos kits, briefing e largada estavam muito próximos e atrasos seriam inevitáveis; * a UNESC é retirada do centro de Criciúma, aonde se encontram os melhores restaurantes; * a noite será tensa e nervosa, nesse estado de espírito, todo mundo sempre esquece ou não faz algo direito, então mais tempo sempre é bem vindo. A programação, no site, já está mudada e inclusos todos os novos horários.
2° - O Restaurante "Cantinho da Massa", no centro de Criciúma (na Avenida Centenário, rua entre as concessionárias de veículos Citroën e Volkswagen, cada qual fica em uma esquina, não tem errada) estará atendendo a partir das 19h, com preços especiais para nós. SÓ QUE O PREÇO ESPECIAL É VÁLIDO APENAS ATÉ AS 20H. O local oferece rodízio de pizzas e buffet de massas e saladas. Para quem fará a prova, melhor impossível. Quem estiver com bikes para fora do carro, sem estresse, a casa oferece amplo estacionamento privativo com segurança. Em razão da entrega de kits se dar, agora, a partir das 20h30m, dá para jantar numa boa e depois seguir para a Unesc.
3° - É sempre bom falar dos equipamentos obrigatórios e sugeridos. Obrigatórios são os "basicões": colete refletivo; iluminação dianteira (LED); iluminação traseira; capacete. Quanto aos sugeridos, algumas considerações: neste ano eu e o Rogério Claumann amaldiçoamos o "Farrapo Faccin" algumas vezes em razão da obrigatoriedade de dois faróis (led) de boa qualidade. A primeira vez que usamos foi no 400 de SCS. Já no PC1 peguei uma tesoura e cortei minha língua e a do Zezo. É realmente muito bom, vale a pena, perderão o receio de andar a noite. Para evitar a compra de um segundo farol, peçam emprestado àquele amigo "bundão" que não teve coragem de se inscrever. Tenho certeza que todos têm um amigo assim. Mais uma de nossas maldições ao Faccin foi quanto a obrigatoriedade de um colete refletivo importado. E mais uma vez a tesoura foi necessária. São mais leves, refletem muito mais e o melhor de tudo: não estragam suas roupas. "Neguinho" vai lá, investe uma fortuna em jaquetas e bermudas e compra um colete de materiais nobres, ao custo de "dez pila". No fim da prova o colete rasgou a bermuda ou danificou a jaqueta. Já cansei de ver esse tipo de "preju". Também, quanto mais "árvore de natal" melhor. Quem puder afixar mais de uma iluminação traseira, estará mais seguro, certamente. Mais uma vez o amigo "bundão" poderá quebrar um bom galho. Por fim, quem aparecer por essas bandas com farol halógeno, cobraremos três kits de pilhas reservas ou quatro faróis na bicicleta, está claro?!
4° - "-Speed ou MTB?!" O pessoal da região fica me perguntando. A resposta é sempre a mesma: "Na longa distância desempenho é diretamente proporcional a conforto." - "Com qual bike você se sente mais confortável?". Por razões de conforto e segurança, na speed as larguras recomendadas aos pneus vão do 23c ao 28c, de preferência ranhurados. Nas MTBs, por razões de desempenho, pneus do 1.0 ao 1.5, também ranhurados. Agora, quem aparecer por aqui sem "Mr. Tuffy", merece uma "camaçada de pau"! Vai ser masoquista assim lá no Farrapos!
5° - Opções para o almoço no domingo (durante o brevet). Apesar da alimentação a ser oferecida aos participantes nos PCs da prova, alguns podem se interessar em almoçar. Pelos cálculos da organização, é perfeitamente viável o almoço entre os municípios de Lauro Müller e Urussanga, a caminho do PC5. As opções que serão apresentadas, estarão todas "na cara" dos participantes, ou seja, todos passarão pela porta desses restaurantes. Pela ordem: em Lauro Müller, perto do KM215 de prova, "Restaurante Chaminé", localizado após um quilômetro da rotatória da cidade, estará na mão de direção dos passantes; no final da subida do morro de saída da cidade de Orleans (última montanha de respeito do percurso, ver matéria sobre as montanhas do 300), lá pelo KM230, "Restaurante Bela Vista", situado na mão contrária de direção aos passantes; já em Urussanga, KM250 de prova, praticamente junto da segunda rotatória da cidade, na mão contrária de direção aos passantes, a opção mais saborosa e muito elogiada pelos ciclistas da região, "Restaurante Piatto D'óro". Lembrando que a menos de 15KM deste último, teremos o PC5 com sobremesa oferecida pela organização (pote de sorvete, ver matéria no blog acerca das parcerias alimentícias do brevet). Todas as opções apresentadas possuem preços acessíveis, boas opções de massas e saladas, além de receberem muito bem ciclistas suados, sujos e cansados.
6° - Em razão do apoio técnico das bicicletarias Bike Point de Criciúma e Giba Cicle de Tubarão, teremos apoio mecânico nos PCs 1,2,3 e 4. Nos PCs com apoio mecânico serão vendidos itens de primeira necessidade em um randonnée, bem como realizados pequenos reparos totalmente "free", além de, para quem necessitar, será disponibilizado óleo "vagabundo" para as transmissões.
7° - Eduardo Diniz Machado de Souza e Silva é nosso mais novo inscrito. Portanto, temos em aberto quatro vagas, todas sem camiseta do evento.
Abraço a todos!

3 comentários:

Fernando disse...

Depois dessas regalias todas com sobremesa, sorvetinho e entre outras, ninguém pode reclamar!

Boa sorte aos Audaciosos!
Toxiro.

Luiz M. Faccin disse...

Ta ficando legal este brevet! Gostei das dicas. Os coletes melhores são com refletivo da marca 3M, alem de refletir melhor ele não se desgasta tão rapidamente como alguns de marca desconhecida. O site balaska.com.br tem alguns modelos a venda. Estes coletes por vezes são grandes, mas nada que uma costureira não consiga ajustar. O modelo de tela é muito leve e bom para o verão, já o de tecido é melhor para o inverno, mas tb pode ser usado em qq clima. O mais importante é mesmo estar mais confortavel e mais visivel e não se preocupar tanto com a beleza.
abraços

Maico Birolo disse...

Faccin, muito obrigado pelas intervenções cirúrgicas. Comprei o meu este ano em uma loja chamada Decathlon em Campinas/SP. A marca é Nathan, norte-americana, o brinquedo ainda vem com sete leds vermelhos nas costas para serem acendidos no período noturno, burguesia pura. Abração!!